Lumens e Watts – Entenda a Diferença

No Brasil, ainda existe uma grande confusão sobre a diferença entre lumens e watts na escolha de lâmpadas e luminárias. Muitas vezes, os consumidores levam para casa produtos pouco eficientes por se basearem apenas na potência em watts, que é destacada nas embalagens. Essa ênfase nos watts acontece porque muitos fabricantes priorizam essa informação, mantendo em letras miúdas detalhes igualmente importantes como lumens ou o ângulo de distribuição luminosa.

No entanto, diferentemente do que muitos pensam, não são os watts que determinam o poder de iluminação de uma lâmpada, mas sim seu valor em lumens. Esse erro comum leva à escolha de lâmpadas que podem não oferecer a melhor luminosidade, apesar de terem uma alta potência.

Vou te mostrar o que significam esses valores em watts e lumens, explicar a relação entre eles e como podem impactar a iluminação e sua conta de luz. 

O que são Watts?

Watts (W) representam a medida de consumo de energia de um dispositivo, sendo uma informação comum nas embalagens de produtos eletrônicos. Esta unidade de medida, especificamente, informa sobre a potência da lâmpada, que se refere à quantidade de energia consumida por hora para gerar luz.

A função do watt é indicar o quanto de energia um dispositivo, como uma lâmpada, consome durante seu funcionamento. Por exemplo, o valor em Watts resulta da multiplicação entre a tensão (V) e a corrente (A) do dispositivo. Assim, uma lâmpada de maior potência (mais watts) tende a consumir mais energia e, consequentemente, gera um custo maior de utilização.

É importante notar que, apesar de ser um valor muito utilizado na área de iluminação, os watts não têm uma relação direta com a capacidade de iluminação de uma lâmpada ou luminária. Novas tecnologias, especialmente as lâmpadas de LED, apresentam diferentes níveis de eficiência. Elas são capazes de gerar uma intensidade luminosa maior ou menor, utilizando a mesma quantidade de watts que um dispositivo convencional.

O que são Lumens?

Lumens (lm) representam a medida da quantidade de luz emitida por uma fonte luminosa, também conhecida como fluxo luminoso. O termo “lúmen” tem sua origem no latim, significando “luz”. Esta unidade de medida pertence ao Sistema Internacional de Unidades (SI) e é expressa pela sigla Lm. Quanto maior o número de lumens, mais intensa é a luz emitida pela lâmpada.

Porém, é preciso entender que um valor alto de lumens nem sempre é o mais adequado. Cada projeto de iluminação tem demandas específicas, variando em altura e ambiente. Portanto, além de verificar a quantidade de lumens de uma luminária, é importante considerar o ângulo de distribuição luminosa. Este aspecto é necessário para garantir que a luz seja distribuída de maneira eficaz no espaço desejado.

Angulo Lúmens

Para determinar o nível de luz ideal para cada ambiente, é recomendável consultar normas técnicas como a NR 17 e a NHO 11 mantidas pela Fundação Fundacentro, ligada ao Ministério do Trabalho. Essas diretrizes ajudam a definir a quantidade adequada de luz para diferentes contextos e usos.

Diferença entre Lumens e Watts

Para entender a diferença entre lumens e watts, é preciso olhar para a evolução das tecnologias de iluminação. Historicamente, as lâmpadas incandescentes, de tecnologia mais antiga e com alto consumo energético, eram as mais comuns. Com o passar dos anos, novas tecnologias como as lâmpadas fluorescentes, halógenas e, mais recentemente, as de LED transformaram o mercado.

Essa evolução trouxe um aumento significativo na eficiência e na durabilidade das lâmpadas. Como resultado, muitos fabricantes utilizam tabelas de equivalência de potência. É comum ver frases como “uma lâmpada de LED de 9W equivale a uma incandescente de 70W”. Isso significa que, embora a lâmpada de LED consuma muito menos energia (watts), ela é capaz de produzir uma quantidade de luz (lumens) similar à lâmpada incandescente de maior wattagem.

Então, qual é a diferença real entre essas duas unidades? Watts referem-se ao consumo de energia da lâmpada – quanto maior o número de watts, mais energia a lâmpada consome. Já os lumens indicam a quantidade de luz emitida. Uma lâmpada com alto número de lumens emite mais luz, independentemente de seu consumo em watts.

Para exemplificar, imagine duas lâmpadas: uma incandescente de 60W e uma LED de 10W. Ambas podem emitir a mesma quantidade de luz (aproximadamente 800 lumens), mas a lâmpada LED faz isso consumindo muito menos energia. Portanto, na hora de escolher uma lâmpada, é fundamental considerar tanto os lumens para a intensidade luminosa quanto os watts para o consumo de energia. Isso garante uma escolha eficiente tanto em termos de iluminação quanto de economia.

Como escolher a lâmpada certa?

Agora que você sabe o que são lumens e watts, fica mais fácil compreender as informações impressas nas embalagens das lâmpadas e luminárias LED.

Veja o número de Watts ( Potência )

A quantidade de watts indicada nas embalagens de lâmpadas e luminárias mostra o consumo de energia por hora. Por exemplo, se uma luminária de 150 watts fica ligada por 8 horas diariamente durante um mês, ela consumirá 36.000 watts ou 36 quilowatts (kW) nesse período. Considerando um custo de R$ 0,50 por kW, o gasto mensal dessa luminária seria de R$ 18,00 (36 kW multiplicados por R$ 0,50).

Veja o número de Lumens ( Luminosidade)

Ao escolher lâmpadas e luminárias LED de alta qualidade, é importante observar na etiqueta tanto a intensidade luminosa, medida em lumens, quanto o ângulo de distribuição da luz. Por exemplo, em uma fábrica com diferentes alturas de teto, como 4, 6 e 12 metros, a combinação adequada de lumens e ângulo de distribuição é essencial para garantir uma iluminação uniforme e eficaz. O objetivo é alcançar a iluminância ideal, medida em lux, com o menor consumo de energia.

Lumens por Watts, O que é isso?

A tecnologia em iluminação está sempre progredindo, o que impacta diretamente na eficiência das luminárias LED, medida pela relação entre lumens e watts. De maneira geral, as luminárias LED que oferecem 1 ano de garantia apresentam uma eficiência de aproximadamente 60 a 100 lumens por watt. Em contraste, os modelos de alto desempenho, com garantia de 5 anos, podem alcançar uma eficiência que varia entre 100 a 190 lumens por watt, como mostrado na tabela a seguir:

WattsLâmpada LED 1 ano de garantiaLâmpada LED 5 anos de garantia
20 W1500 Im - 75 lm/w2800 Im - 140 lm/w
40 W3000 Im - 75 lm/w5600 Im - 140 lm/w
70 W5250 Im - 75 lm/w9800 Im - 140 lm/w
150 W11.250 Im - 75 lm/w21.000 Im - 140 lm/w

Dessa forma, a relação lumens por watts é um indicador da eficiência luminosa de uma lâmpada ou luminária. Uma luminária ou lâmpada de LED é considerada mais eficiente quando consegue emitir uma quantidade maior de luz (medida em lumens) com um menor consumo de energia (medido em watts).

Lâmpadas Inteligentes: Eficiência e Personalização

As lâmpadas inteligentes de LED representam um avanço significativo na tecnologia de iluminação, oferecendo não apenas eficiência energética, mas também opções de personalização que se adaptam às necessidades de cada usuário.

Vantagens das lâmpadas inteligentes

  1. Eficiência Energética: As lâmpadas inteligentes de LED são conhecidas por sua alta eficiência. Elas consomem menos energia para produzir a mesma quantidade de luz em comparação com lâmpadas tradicionais, o que se traduz em economia na conta de luz.

  2. Controle e Personalização: Estas lâmpadas podem ser controladas por dispositivos móveis ou assistentes de voz. Isso permite ajustar a intensidade e a cor da luz conforme a necessidade, seja para leitura, relaxamento ou para criar um ambiente específico.

  3. Longa Durabilidade: Além de serem eficientes, as lâmpadas inteligentes de LED têm uma vida útil mais longa do que as lâmpadas convencionais, o que significa menos substituições e, consequentemente, menos gastos.

Comparação entre diferentes tipos de lâmpadas

Ao comparar as lâmpadas inteligentes de LED com outros tipos de lâmpadas, como incandescentes e fluorescentes, a diferença em termos de eficiência luminosa é sensacional. Enquanto uma lâmpada incandescente típica produz cerca de 16 lumens por watt, e uma fluorescente em torno de 60 lumens por watt, as lâmpadas inteligentes de LED podem facilmente superar 100 lumens por watt. Essa alta eficiência significa que você obtém mais luz com pagando menos energia.

Além disso, a capacidade de personalização das lâmpadas inteligentes oferece uma vantagem que vai além da economia na conta de luz. Elas permitem adaptar a iluminação para diferentes atividades e horários do dia, o que pode melhorar o conforto e a produtividade na sua casa ou trabalho.

Isso é só um gostinho do que temos por aqui. No próximo post, vou te mostrar mais dicas e segredos imperdíveis. Gostou do rolê de hoje? Então deixa aquele comentário maroto, compartilha com a galera e fica de olho no que vem por aí. Tamo junto!